Varzim celebrou 103 anos

Na manhã deste dia de Natal, 25 de dezembro,  o Varzim  assinalou os 103 anos de existência. 

Depois do hastear da bandeira do clube, no estádio pelo associado mais antigo Guilherme da Nova,  a cerca de meia centena de presentes, rumaram à sala de troféus situada por baixo da bancada do topo norte.  João Mariz presidente da assembleia geral, abriu as hostilidade nos discursos, tendo depois Pedro Faria, presidente da direção, dito que o clube tem que ultrapassar alguns problemas, nomeadamente a recente divida fiscal o que irá atrasar a construção da futura academia, nos terrenos do parque da cidade,  o que impede a venda dos mesmos à câmara.

Aires Pereira na qualidade de presidente do município, acrescentou que o clube tem que ter os pés no chão, nomeadamente a obra da academia, que necessita de mais algum tempo, por via de eventuais penhoras, sobre o terreno. Falou dos problemas fiscais que ultimamente tem surgido no clube, prometendo estar atento, para que o Varzim prossiga a caminhada rumo ao futuro, deixando alguns avisos à navegação.

Depois foi feita a habitual romagem ao cemitério da Póvoa, onde estão quatro  dos fundadores e este ano foi prestada uma homenagem ao associado e ex-dirigente José António Barros Amorim.  O mesmo aconteceu no cemitério de Amorim, onde foi igualmente reconhecido o ex-dirigente Manuel Amorim de Sousa Ferreira.

Varzim celebrou 103 anos

Noticias |