Poveiro ganha bolsa de investigação de 5 milhões na Dinamarca

O físico poveiro Vítor Cardoso ganhou uma bolsa de 5,3 milhões de euros para dirigir e criar um grupo de investigação na área da gravitação no Instituto Niels Bohr, na Dinamarca, anunciou na passada sexta feira o Instituto Superior Técnico (IST), onde leciona.


A bolsa, que vai ser entregue em 27 de abril e é concedida pela fundação dinamarquesa Villum Fonden.


O docente e investigador do Centro de Astrofísica e Gravitação (Centra) do IST, em Lisboa, disse que espera ter o grupo de investigação criado e instalado no fim de 2022.


Vítor Cardoso referiu que o grupo de investigação, que incluirá cientistas portugueses, irá debruçar-se sobre o estudo de buracos negros, replicando o trabalho que se faz no Centra, especialista em física gravitacional e buracos negros.


Apesar de assumir a direção do novo grupo de investigação do Instituto Niels Bohr da Universidade de Copenhaga, o físico poveiro vai manter em paralelo a sua atividade de investigação e docência no IST, onde dirige o Departamento de Física.


O físico poveiro foi um dos dez investigadores premiados com uma bolsa Villum Fonden 2021, que tem a duração de seis anos.

Poveiro ganha bolsa de investigação de 5 milhões na Dinamarca

| Noticias |
About The Author
-